Dicas úteis #3: Poupar para viajar

Dicas úteis #3: Poupar para viajar

Geralmente quando uma pessoa viaja muito é sempre apontada como tendo muito dinheiro, não ter contas para pagar e muitas coisas mais… e não tem que ser assim! Obviamente que para viajar é preciso dinheiro, mas com um bom planeamento é possível fazer boas viagens a preços mais acessíveis. Além disso, há um conjunto de pequenas coisas que se podem ir fazendo ao longo ano para se poupar. Se já tivermos a fazer outra poupança grande, para um carro ou casa, poderá ser mais difícil, mas em vez de juntarmos 1000€ num ano, podemos juntar em três anos e fazer a viagem que sempre quisemos.

Uma das formas de juntar dinheiro que foi mais falada nos últimos tempos foi o desafio das 52 semanas. Este consistia em cada semana do ano colocar uma quantia de parte, consoante o nº da semana, assim na primeira semana colocava-se 1€, na segunda 2€ e na última semana do ano 52€. Pessoalmente não gosto muito deste método, porque para mim não é uma poupança distribuída ao longo do ano, e no último mês o investimento é muito grande, 202€. Prefiro métodos com menores valores, mas que sejam reais, ou seja, que não signifiquem um assalto demasiado grande ao orçamento mensal.

money8
Fonte: Pinterest

Algumas dicas para pouparem pequenas quantias, mas que a longo prazo ajudam:

– Arranjem o mealheiro mais giro e que mais tenha a ver convosco. Podem até personalizar consoante o destino que pretendem. É simples, mas acaba por ser um bom incentivo à poupança.

– Estabeleçam uma meta semanal ou mensal que seja possível de cumprir. Se acham que no fim da semana conseguem pôr de parte 5€, então mantenham a regularidade de todas as semanas colocar de parte esse valor. Pode não parecer muito, mas no fim de um ano conseguiram 260€.

– Optem por almoçar e jantar menos vezes fora. Levem almoço para o trabalho/faculdade, e optem por jantar fora apenas em datas especiais. Aqui, muitas pessoas podem dizer que é o único luxo que têm, mas se pensarem bem, quantas vezes não jantaram em centros comerciais e que podiam ser perfeitamente evitados?

– Agora é aquela parte mais sensível, mas aquela que abordo a alguns amigos – deixem de fumar. Além da vantagem da carteira, tem uma enorme vantagem na saúde, por tudo o que já sabemos. Por ano, e fumando um maço por dia, equivale a 1500€ anuais de poupança.

– Comparem todos os preços de supermercados e mercados, façam listas e não comprem por impulso. Um dica, que comigo funciona, é nunca ir às compras com fome, compram sempre coisas a mais daquelas que realmente precisam. Usem e abusem dos vales promocionais, do experimente grátis, e das amostras. Nas promoções é sempre preciso ver se é mesmo um produto que usamos, ou arriscamos comprar algo só porque está a metade do preço.

– Optem por vender coisas que já não usem. Atualmente há plataformas como o Custo Justo ou o OLX que permitem ganhar algum dinheiro com coisas que estão guardadas. Além disso, acabam por dar oportunidade a outra pessoa de usar um equipamento que já vos fez feliz.

Em último caso, há medidas mais extremas, que vão sempre depender do vosso compromisso e objetivos. Medidas essas como partilhar casa, arranjar um segundo trabalho, comprar roupa em segunda mão, desistir do ginásio ou cancelar os planos de televisão, internet e telefone.

Acreditem que se seguirem algumas das coisas simples, acabam por conseguir poupar algum dinheiro, nem que seja para um fim de semana em Portugal. Boas poupanças e boas viagens! Se tiverem mais dicas, usem a caixa de comentários. 🙂



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *